Abrir uma franquia é uma excelente opção para quem deseja ter um empreendimento sem as dificuldades iniciais que as novas empresas enfrentam.

A grande vantagem é que o franqueado pode ser um pequeno empresário local porém utilizando uma marca reconhecida nacionalmente, além dos recursos e do suporte de uma empresa grande.

Sendo assim, o mercado de franquias é uma união entre o conhecimento do mercado local por parte do franqueado e o marketing, padronização, marca e a estruturação das operações de uma marca grande.

Apesar disso, é preciso ter em mente alguns fatores antes de abrir uma franquia. Este investimento não é à prova de falhas e também não é uma garantia de retornos fáceis e rápidos.

Para ter sucesso no mercado de franquias, é preciso escolher corretamente e trabalhar para o sucesso do negócio. Neste artigo, você irá entender os principais pontos que devem ser analisados antes de abrir uma franquia.

Então, vamos ao conteúdo!

Franquias são um mercado seguro

Muitas pessoas tem medo de abrir uma franquia, pois existem muitos golpes por aí. Mas, não há com o quê se preocupar. Hoje em dia o mercado de franquias é regulado pela lei do Franchising (número 8955/94).

Além disso, os franqueados podem contar com o total apoio da ABF, a Associação Brasileira de Franchising, que foi fundada em  1987 e tem como missão divulgar, defender e promover o desenvolvimento técnico e institucional deste moderno sistema de negócios.

Investir em uma franquia é seguro e você não precisa se preocupar em aplicar seu dinheiro e o seu esforço em um negócio falso. Apesar disso, é preciso escolher com cuidado para que você faça a escolha certa e tenha sucesso. Comprar uma franquia não é , e nunca foi, sinônimo de dinheiro fácil e garantido.

 

O Mercado cresce a cada ano

Uma pesquisa realizada pela ABF mostrou que o mercado de franquias cresceu 7,6% em 2015, mesmo com a redução no PIB brasileiro de 5.4% (fonte). Percebe-se portanto que o franchising é um setor que vai na contramão das crises econômicas que atingem outros mercados.

Todos os anos são criados modelos inovadores de negócio, os quais se expandem através da abertura de franquias. Este crescimento ocorre principalmente devido à facilidade em ter sucesso nos negócios utilizando o sistema de franquias, unindo a experiência e a estrutura da franqueadora com a mão de obra, visão estratégica e administrativa do franqueado.

O aumento do mercado como um todo aumentou o grau de exigência de quem deseja abrir uma franquia, e isso refletiu também no aumento do padrão de qualidade das franqueadoras.

Desta forma, existem vários modelos de negócio diferentes dentro de uma mesma marca, além de uma maior padronização e suporte para o franqueado. Todo esse crescimento, apesar de aumentar a concorrência, traz ao franqueado cada vez mais recursos para investir em uma franquia de sucesso.

Você não será um empregado

Algo que deve ser muito bem esclarecido é que abrir uma franquia não significa ser um funcionário da franqueadora. Você não possuirá salário fixo, carga horária ou benefícios trabalhistas.

O fato da franquia contar com todo o suporte do franqueador facilita – e muito – a vida dos novos franqueados, pois é possível acelerar o aprendizado através de treinamentos e da utilização do próprio sistema da franqueadora.

Mesmo assim, é preciso ter a mentalidade de um empresário, pois comprar uma franquia significa investir o seu capital e ser responsável por boa parte do retorno deste investimento. Não é um negócio livre de riscos, e é preciso ter disciplina, equilíbrio emocional e preparo profissional para gerir o empreendimento.

Lucro não é tudo

Muitas pessoas escolhem uma franquia pensando apenas no investimento inicial e, principalmente, no lucro em potencial que ela pode gerar. Entretanto, esta é uma maneira completamente errada de enxergar a situação.

Independente do lucro líquido previsto ou do valor a ser investido inicialmente, para uma franquia ter sucesso é necessário que ela seja administrada corretamente. Para isso, o franqueado precisa conhecer o mercado em que irá atuar.

Sendo assim, o primeiro passo para escolher uma franquia é buscar mercados em que você tenha afinidade. Desta forma, será mais fácil administrá-la ao longo do tempo e as chances de sucesso também serão maiores.

Conclusão

Existem muitas opções em mercados, produtos e serviços diferentes. Uma mesma franquia pode ser excelente para alguns e péssima para outros, e tudo irá depender do perfil de cada pessoa.

Para investir em uma franquia com segurança, é preciso primeiramente alinhar os seus interesses e características pessoais com o perfil da franqueadora. Além disso, existem leis que regulamentam este setor e vários documentos que devem ser emitidos pela própria franqueadora, como você pode conferir neste artigo.

Vale ressaltar que abrir uma franquia não é para qualquer pessoa. Você deve avaliar se possui as características necessárias para ser um empresário de sucesso – e não um empregado.

Espero que tenha gostado do artigo. Já pensou em abrir uma franquia? Responda nos comentários.

Fonte: franquias e negócios

Temos aqui um Grupo sólido, com 32 escritórios distribuídos pelo Brasil e exterior.

SIM esta é a melhor rede para iniciar sua franquia.

Grupo Riback Fale conosco:
Matriz: 21 3085-6408
Whatsapp: +55 21 99494-3013
Email: contato@riback.com.br
Site: www.riback.com.br